Jornal A Praça - O Jornal de Iguatu

Você está aqui: Arquivos Entrevistas

[Entrevista] - Coronel Geovani Mendonça Guedes Alcoforado

E-mail

Fotos:J.Guedes
Cel Geovani Mendonça Guedes Alcoforado
Depois de ficar seis meses fora de Iguatu estudando para alcançar a patente de Coronel da Polícia Militar, Geovani Mendonça Guedes Alcoforado, ao reassumir a 2ª Cia. da PM de Iguatu, concede entrevista ao jornal A Praça. Ele fala sobre as mudanças na corporação no Ceará, sob o novo comando do coronel Adail Bessa de Queiroz, a transformação da 2ª Cia. em batalhão, as novas estratégias de trabalho da corporação em Iguatu e a ‘operação carnaval’ montada pela PM para o período momino em Iguatu e Região.

A Praça - Coronel Geovani, o novo comando geral da PM no Ceará estabeleceu algumas mudanças na estrutura da corporação. Que mudanças são essas e no que mais elas poderão ajudar no sentido de melhorar a segurança dos cidadãos?

Cel. Geovani - O Comando-Geral, na pessoa do Ce. Adail Bessa de Queiroz, a priori, tem realizado vários estudos no tocante à situação atual da PMCE, estudos, estes, que visam ao aumento do efetivo policial-militar de 1700 para 22000 policiais, a aquisição de viaturas, armamentos e equipamentos, a criação de novos batalhões e Companhias de Polícia, como a Companhia de Policiamento de Divisas, a Companhia de Ocupação e Pronta Resposta e o Comando de Proteção ao Turista. Além da implantação do PID-Policiamento Integrado e Dinâmico, que é um projeto piloto de policiamento comunitário que será, gradualmente, implementado em todo Estado do Ceará. Também serão criadas melhorias internas para os policiais militares, para isso existem projetos na área de saúde (criação de um plano de saúde para os policiais, e seus dependentes, o melhor aparelhamento para o HPM, habitação, financiamento, através de parcerias, para que os policiais possam adquirir ou reformar suas casas) e salarial (um aumento diferenciado para a categoria).

A Praça - É verdade que a 2ª Cia. da PM em Iguatu será transformada em Batalhão? Já há previsão para isso acontecer?

Cel. Geovani - É verdade. Deverão ser criados cinco batalhões da Polícia Militar no Ceará, em Iguatu, Itapipoca, Maracanaú, Quixadá e mais um em Fortaleza. Isso deve ocorrer já no começo de maio.

A Praça - Quais são os ganhos para a Região com a instalação do Batalhão em Iguatu? Como ficará a estrutura de outras cidades como Acopiara, Mombaça e Icó?

Cel. Geovani - Com a transformação em Batalhão, aumentaremos substancialmente, a médio prazo (pois devemos levar em consideração os trâmites legais para a realização de concursos, bem como, o período de formação do policial), o efetivo da Região, inclusive com formação de novos policiais militares na própria sede do Batalhão, e estes policiais, formados aqui, deverão engajar no nosso efetivo. Também serão criadas as Companhias de Polícia Militar de Icó e Mombaça, bem como, o Pelotão Policial de Acopiara.

A Praça - Quando o senhor reassumiu a 2ª Cia., o senhor fez também algumas mudanças em relação a estratégia de trabalho. Quais foram as principais inovações, e no que elas estão ajudando na segurança da população?

Cel. Geovani - Foi implantado o Policiamento Comunitário Setorial-PCS que consiste na divisão do espaço físico do município em quatro setores. Cada setor possui, diuturnamente, uma viatura localizada em pontos estratégicos e seguindo cartões-programas, previamente planejados, para atender às solicitações locais. Com essa divisão, torna-se possível um menor tempo de resposta às ocorrências, uma maior aproximação entre polícia e comunidade. Saliento, ainda, que com esse policiamento setorial fica mais fácil a realização de blitze nas entradas da cidade, bem como o fechamento das saídas da cidade, em caso de emergência. Será criado um grupo de policiamento especializado em motos, aos moldes do grupo RAIO, de Fortaleza, para, com mais rapidez e flexibilidade, realizar rondas ostensivas e intensivas em toda área urbana de Iguatu. Estamos providenciando a aquisição de uma viatura de grande porte para fornecer um maior suporte operacional para a equipe do GATE, que atende ocorrências em toda região Centro-Sul, e outra, para a criação de uma Patrulha Rural, facilitando o acesso às localidades mais distantes da sede.

A Praça - O senhor montou algum esquema especial de segurança com sua equipe para este período de carnaval? Quantos homens e viaturas estarão envolvidos na operação?

Cel. Geovani - O planejamento regional de policiamento para este período carnavalesco segue os parâmetros do Plano Estadual para a Operação Carnaval, e para tanto, contaremos com todo o efetivo da companhia para o policiamento destes festejos, perfazendo um total de 136 policiais de serviço diariamente, para que, dessa forma, sejamos mais eficazes na preservação da ordem. A nossa atenção estará voltada, principalmente, para essas cidades que realizarão “carnavais de rua” como: Acopiara, Orós, Catarina, Cedro, Piquet Carneiro, Cariús e Lavras da Mangabeira. Esses municípios receberão um reforço no efetivo para este período.

A Praça - Haverá alguma tolerância para quem cometer excessos no carnaval, como por exemplo dirigir embriagado, promover tumulto em via pública, desacatar autoridade, desrespeitar o direito do outro, ou tentar contra a moral? O que acontecerá com as pessoas que usarem essa prática?

Cel. Geovani - Não. Desde já, informamos que, em uma atuação conjunta com o Corpo de Bombeiros, a Polícia Civil, o Juizado da Infância e da Juventude, não permitiremos a emissão de som fora dos locais previstos, da mesma forma que não toleraremos a venda de bebida alcóolica para menores de idade. Solicitamos, aos pais, uma maior atenção nesse período com seus filhos, que não entreguem a menores de idade a direção de veículos automotivos. Ao mesmo momento em que aconselhamos aos cidadãos que não dirijam após ingerir bebidas alcóolicas, todas as condutas que forem de encontro ao que preconiza a legislação brasileira e aos bons costumes serão encaminhadas às delegacias para que sejam adotadas as providências cabíveis. De antemão, desejamos a todos os cidadãos da região Centro-Sul um excelente carnaval, que todos se divirtam, sempre respeitando o direito do próximo, e que estes festejos transcorram na mais perfeita paz.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar