Jornal A Praça - O Jornal de Iguatu

Você está aqui: Arquivos Entrevistas

[Entrevista] - Valmir Alves de Oliveira, presidente do CDL

E-mail
Foto:J.GuedesO empresário do seguimento de publicidade e propaganda, Valmir Alves de Oliveira, 41 foi eleito pela segunda vez para presidir a Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL de Iguatu. Sobre as metas que pretende alcançar à frente da entidade, seus projetos, suas ações, e qual o paralelo que faz entre a CDL que ele dirigiu há mais de 12 anos, Valmir conta em entrevista exclusiva para o jornal A Praça.

A Praça - Como ocorreu a indicação de seu nome para presidir novamente a CDL de Iguatu?
Valmir -
Meu nome saiu de um consenso entre a diretoria, o que me deixou muito lisonjeado e consciente da grande responsabilidade que tenho pelos próximos dois anos.

A Praça - Em sua opinião, qual a diferença daquela CDL que o senhor presidiu no seu primeiro mandato, para a CDL de hoje?
Valmir -
A diferença é muito grande, pois nos últimos 10 anos tivemos muitos avanços em tecnologia de informação e a CDL teve um crescimento muito grande, tanto em patrimônio com em número de associados. Naquela minha primeira gestão, que sucedeu a gestão do companheiro Eleudson, foram dados alguns dos primeiros passos de um planejamento que foram executados a cada gestão que sucedeu e que foram determinantes para o sucesso que tem hoje na nossa entidade.

A Praça - Que projetos o senhor almeja desenvolver ao longo de sua nova gestão?
Valmir -
Temos vários projetos e metas para serem executadas, mas o ponto principal da minha gestão vai ser o fomento ao desenvolvimento econômico e a educação em parcerias com outras entidades como a ACIAGI, o SINDILOJAS, a EAFI, o governo do Estado e prefeitura e a CDL de Fortaleza com quem vamos tentar trazer para Iguatu a Faculdade do Varejo.

A Praça - Entre esses, existe um projeto que o senhor considera de maior relevância para o comércio e a cidade?
Valmir -
Para o nosso comércio existe hoje um projeto fundamental que é a revitalização e modernização do nosso centro comercial. Hoje temos vários problemas estruturais que dificultam o crescimento do nosso comércio e que vamos procurar desenvolver soluções para estes problemas em parceria com o poder público.

A Praça - Em sua opinião, quais os maiores desafios de hoje para que o comércio de Iguatu volte a reinar absoluto como grande pólo comercial da Região?
Valmir -
Os desafios aparecem todos os dias quando abrimos as portas de nossas empresas e dificilmente Iguatu vai voltar a reinar absoluta no comércio regional. Hoje, todas as cidades vizinhas já têm suas próprias CDL’s e também estão lutando pelo seu espaço. Eu considero que Iguatu dificilmente vai perder o título de pólo comercial da Região, porque hoje temos uma grande cidade, mas isso não nos garante nada. O que devemos fazer é procurar melhorar sempre em todos os aspectos o nosso comércio, inovando, criando e oferecendo cada vez mais novos produtos e serviços. Esse é o melhor caminho.

A Praça - Estamos vendo acontecer uma das maiores crises comerciais da história, atingindo principalmente a economia americana. O efeito cascata tem caído também sobre outros países da América, Ásia, África e Europa. O senhor acredita que esta crise poderá trazer algum prejuízo para o comércio de Iguatu?
Valmir -
Eu faço parte do time dos otimistas. Acredito que o Brasil nos últimos anos conseguiu uma boa estabilidade e esta crise vai passar sem deixar maiores conseqüências. Temos que lembrar que momentos de crise também podem se transformar em boas oportunidades, e o brasileiro aprendeu muito bem a lidar com situações como esta. O empresário de Iguatu também não foge a esta regra e sei que vai conseguir sair desta crise sem maiores danos.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar