Jornal A Praça - O Jornal de Iguatu

Você está aqui: Arquivos Regional Obras da estrada Iguatu/Acopiara com 1/3 concluídas

Obras da estrada Iguatu/Acopiara com 1/3 concluídas

E-mail
Foto:J.Guedes
O revestimento asfáltico já está chegando na avenida de acesso a Acopiara
As obras da estrada que liga Iguatu ao município de Acopiara, a rodovia Humberto Teixeira, alcançam esta semana 1/3 de conclusão, segundo cálculos da gerência do Dert, em Iguatu. As obras foram iniciadas no ano passado e já foram alvo de muitas críticas de usuários por causa da lentidão em que se encontravam. Nas últimas semanas houve aceleração dos serviços e um terço da obra, cerca de 13 quilômetros, está sendo alcançado.

Revestimento asfáltico e sinalização

A colocação do revestimento asfáltico começou na localidade de vila Transual em direção a Acopiara, numa distância de 15 quilômetros. Todo o trecho de Iguatu a Acopiara compreende 36 quilômetros. Com 13 quilômetros concluídos, os engenheiros consideram 1/3 de obras feitas. Agora as obras estão chegando à sede de Acopiara. Na quinta-feira desta semana as máquinas estavam asfaltando os dois últimos quilômetros que dão acesso à entrada da cidade. No trecho que já recebeu novo revestimento os operários trabalham na construção das canaletas de escoamento da água para concluir também a parte hídrica da obra. Depois desta etapa virá a operação de sinalização horizontal com a pintura das faixas de domínio e a colocação de placas com a sinalização vertical. Após a conclusão do trecho da vila Transual até Acopiara, toda equipe de operários e máquinas serão deslocados para o trecho que liga a vila Transual a Iguatu. Nesta área alguns operários já trabalham na construção das canaletas da parte hídrica.

A gerente do Dert em Iguatu, engenheira Dina Maria Moreira, informou que a obra compreende também a construção de meio-fio para dar suporte na estrutura do asfalto, baias de alargamento onde serão construídos cerca de seis abrigos que serão usados como ‘ponto de espera de ônibus’, uma passarela de ciclistas e pedestres na ponte da chegada em Acopiara, e também uma ‘Rótula’, na saída da cidade, no ‘Arco da Santa’, no final da avenida Pedro Alves. A Rótula é uma espécie de ‘triângulo’ para melhorar o acesso à sede de Acopiara, e no sentido Catarina, para quem chega de Quixeramobim e Mombaça, e para dar acesso a Mombaça e Catarina, para quem vai de Iguatu.

Melhorias e perigos

O trecho recuperado já apresenta significativas melhorias, segundo os motoristas que trafegam pela rodovia. Porém alguns condutores sinalizam para os perigos que estão pelo caminho, como asfalto novo sem a faixa de domínio, os trechos ocupados com homens e máquinas, onde o tráfego dever ser bem mais lento, e o velho problema dos animais soltos.

Joaquim Gonçalves Santana, 46, motorista de caminhão, que trafega semanalmente pela estrada, disse que os ganhos para os veículos são enormes, uma vez que a rodovia estava intrafegável, mas adverte que é preciso ter muito cuidado ao trafegar pela estrada. “Eu não estava mais rodando por aqui porque estava muito ruim, agora já vejo as melhoras com o asfalto novo. Só é preciso andar com cautela porque o perigo é constante”. A empresária Arlete Milhomes dos Reis, que mora em Fortaleza e trabalha também no Centro-Sul, disse que já há uma melhora significativa. Segundo ela, mesmo com os transtornos das obras no meio da estrada, mas elas são passageiras e oferecem as melhorias que os motoristas precisam.

R$ 11 milhões

As obras estão sendo executadas pela empresa RF Engenharia e Serviços e vão custar aos cofres do governo do Estado o equivalente a R$ 11 milhões e 200 mil reais. Toda a supervisão dos trabalhos está a cargo da gerência regional do Dert, em Iguatu. Se as obras continuarem neste mesmo ritmo, a conclusão geral poderá acontecer em no máximo três meses ficando rigorosamente dentro do cronograma estabelecido entre a construtura e o governo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar