Jornal A Praça - O Jornal de Iguatu

Você está aqui: Notícias Política Dinheiro do duodécimo da Câmara retorna para Prefeitura

Dinheiro do duodécimo da Câmara retorna para Prefeitura

E-mail
Foto:Arquivo A Praça
Vereador Aderilo Alcântara
Um caso inédito envolvendo as Câmaras Municipais está acontecendo em Iguatu. Desde 2007, com a redução do número de vereadores, de 21 para 10 parlamentares, o presidente da Câmara Municipal de Iguatu, Aderilo Alcântara Filho, já devolveu à Prefeitura, mais de R$ 1 milhão de reais. O dinheiro é oriundo de sobra do duodécimo repassado mensalmente ao Poder Legislativo, num total de 8% da arrecadação da receita municipal.

A Câmara Municipal de Iguatu há quase dois anos está devolvendo o dinheiro que sobra do duodécimo repassado ao Poder Legislativo, pelo município. Este fato é inédito no Estado do Ceará e no Brasil. A devolução do dinheiro feita pelo presidente da casa, vereador Aderilo Alcântara Filho, ocorre desde o ano de 2007. O presidente explicou que o retorno do dinheiro para o município está ajudando no desenvolvimento de ações, construção de obras e oferta de serviços para a melhoria da qualidade de vida da população.

Aderilo Filho disse que os recursos públicos têm que ser tratados com transparência. O presidente lembrou que considera coerente a devolução dos recursos, observando que não seria justo ‘inventar’ despesas, apenas para justificar gastos. Segundo ele, o dinheiro que volta da Câmara para a Prefeitura é usado para investimentos em saúde, educação e Infra-estrutura e outras áreas, “e isso o prefeito Agenor Neto está fazendo”, garantiu o parlamentar.

Aderilo revelou que teve a idéia de fazer a devolução dos recursos para o município, o que foi prontamente aceito pelo prefeito Agenor Neto.

A declaração deste ato do presidente Aderilo Filho foi feita pelo prefeito Agenor Neto, por ocasião da solenidade de abertura da Convenção Estadual do Lions clube, que aconteceu no Sesc de Iguatu.

Segundo Aderilo Filho, o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará, Ernesto Sabóia, em visita a Iguatu, elogiou esta ação da Câmara Municipal, e revelou que não tem conhecimento de nenhum caso semelhante, no Estado ou no Brasil.

Somente no ano de 2007, de acordo com o presidente, a Câmara devolveu à Prefeitura R$ 467.771,54. Para o ano de 2008, o Poder Legislativo estima que a devolução possa chegar a R$ 624.000,00. Somando os valores dos dois anos juntos o dinheiro devolvido alcança a cifra de R$ R$ 1.091,771,15.

Para o presidente Aderilo Filho, esta ação significa sensibilidade e responsabilidade com o dinheiro público. Aderilo disse que por falta de informação muitas pessoas imaginam que toda a sobra de dinheiro do duodécimo seria gasta com outras despesas da Câmara Municipal, inclusive com mais dinheiro pago aos vereadores. O presidente anunciou o aumento real de 20% que foi dado aos funcionários da Câmara Municipal, já como fruto também dos recursos que aquele poder recebe.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar