Jornal A Praça - O Jornal de Iguatu

Você está aqui: Notícias Política Compra de bananas é investigada

Compra de bananas é investigada

E-mail
Essa semana uma denúncia contra a prefeitura municipal de Iguatu veio à tona na mídia estadual. A mesma notícia já havia sido divulgada no jornal A Praça na edição 245, do dia 03 de dezembro de 2005. Na época o jornal foi procurado pelo vereador Mário Rodrigues, que apontava indícios de superfaturamento na compra de banana.

Agora é o Ministério Público Estadual que está abrindo uma sindicância para apurar as denúncias de irregularidade na licitação. Os promotores envolvidos na sindicância são Antônio Monteiro Maia Júnior, Daniel Isídio de Almeida Júnior e Leydomar Nunes Pereira. Segundo eles, a compra da banana foi feita por um preço muito mais alto do que era comercializado em 2005. Cada quilograma custou aos cofres públicos R$ 1,70. No entanto o preço comercializado na época era em média R$ 0,46. Além disso, segundo matéria publicada no jornal O Povo de ontem, dia 20/06, a banana que seria entregue de acordo com a licitação era do tipo ‘prata’, no entanto a recebida foi do tipo ‘casca verde’.

Segundo a matéria publicada no O Povo, o MP afirma que “a secretária de Educação, Eulina Maria Almeida Florentino, realizou e o presidente da Comissão de Licitações, Joacilo de Oliveira Bernardo, permitiu a dispensa de licitação sem cautelas legais e o fornecedor José Eduardo Neto auferiu vantagem ilícita”.

Em 2005, a secretária adjunta da Educação no município, Benildes Uchoa, disse ao A Praça que a compra só feita por esse valor porque foi o menor encontrado entre os fornecedores. Ela ainda afirmou que todo processo licitatório foi feito com transparência e com todas as exigências conforme dita a Lei. Nossa reportagem entrou em contato ontem (sexta-feira, 20) com Benildes, atual secretária de Cultura do município. A mesma disse que não sabia como explicar a compra, pois em 2005 a secretária era Eulina Almeida. A secretária da Educação em 2005, Eulina Oliveira, não quis se pronunciar sobre o caso.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar