Jornal A Praça - O Jornal de Iguatu

Você está aqui: Notícias Política

[Eleições 2008] Você já conhece os candidatos a prefeito de Iguatu?

E-mail

Veja nesta edição o perfil de cada um deles. Quem são, o que fazem, origem, e o que defendem como proposta de governo para os próximos quatro anos em Iguatu.

A largada já foi dada para a campanha que vai eleger o próximo prefeito de Iguatu em 05 de outubro próximo. Cinco candidatos lançaram seus nomes e já estão concorrendo a um dos cargos públicos mais cobiçados do município. Agenor Neto (PMDB), que concorre à reeleição, Willame Felipe (PT), Francilene Cândido (PSOL), Miriam Sobreira (PSB), e Marcos Correia Lima (PSL). Os nomes dos postulantes foram confirmados nas convenções que aconteceram até o último dia 30 de junho.

Nesta edição, o A Praça publica os perfis dos cinco concorrentes ao cargo de prefeito. Uma oportunidade para que os leitores, porque não dizer o eleitorado, possa conhecer um pouco mais sobre eles. Um detalhe curioso é que esta é a eleição de Iguatu com o maior número de mulheres disputando cargo majoritário. Miriam Sobreira e Francilene Cândido pertencem a partidos diferentes, alas distintas, mas se igualam na idéia de alcançar o cargo de prefeita da cidade mais importante do Centro-Sul, do ponto de vista social, econômico, geográfico e comercial.

Outro fato curioso é que o atual prefeito Agenor Neto é candidato repetindo a mesma chapa das eleições de 2004, com o candidato a vice-prefeito João Alencar Oliveira. Se for reeleito, Agenor entra para a história de Iguatu como o primeiro prefeito a concorrer e vencer a reeleição municipal.

Marcos Correia Lima e Willame Felipe são outros dois postulantes à prefeitura municipal. O que eles têm em comum com a política? Willame Felipe já foi legislador na Câmara Municipal por dois mandatos e Marcos Correia Lima é filho de outro importante parlamentar que já fez história no Poder Legislativo iguatuense, o ex-vereador José Correia Braga Filho.


J. Guedes

Na Convenção do PMDB, que aconteceu na manhã do domingo, 29, no ginásio do Sesc, foi homologado o nome do atual prefeito Agenor Neto e do vice-prefeito João Alencar Oliveira, como candidatos a reeleição. A convenção teve início às 11h e contou com um grande número de simpatizantes do grupo político do prefeito iguatuense. Agenor chegou ao local acompanhado do seu pai, o deputado estadual licenciado José Ilo Alves Dantas, o vice-prefeito João Alencar Oliveira, o deputado federal Aníbal Gomes, o presidente da Câmara Municipal Aderilo Filho, o ex-prefeito Hildernando Bezerra, os candidatos a vereador da coligação e outras lideranças.

O prefeito Agenor Neto, no momento em que se pronunciou, fez questão de agradecer a sua equipe e a todas as pessoas, que, segundo ele, estão ajudando a administrar Iguatu. Ele disse que sozinho não conseguiria fazer nada. Agenor fez questão de agradecer a parceria do vice-prefeito João Alencar, que “tem sido um importante aliado da administração ao longo dos últimos quatro anos”. O prefeito pediu a força e o empenho dos aliados na campanha. Disse que vai trabalhar nesta campanha como nunca. Pediu que os simpatizantes não se acomodem confiando em pesquisa eleitoral. Agenor Neto disse que quer continuar trabalhando pelo município para garantir que cada iguatuense e cada filho possam ter acesso aos serviços básicos de saúde, educação, que cada criança tenha oportunidade de estudar, aprender e crescer como cidadão de bem. Ele anunciou que quer garantir para os filhos dos iguatuenses as mesmas oportunidades que seus filhos têm, com a garantia de uma vida e um futuro melhor.

Jeferson Mourato

A convenção do Partido dos Trabalhadores realizada na segunda-feira, 30, homologou os nomes de Willame Felipe e do estudante Emanoel Barbosa para disputar a prefeitura de Iguatu. A convenção foi realizada na sede da União Artística Iguatuense, na Rua 15 de Novembro. O encontro teve início por volta das 20h. Vários militantes e simpatizantes participaram do momento.

O nome de Felipe já havia sido divulgado dias antes da convenção. Antes dele, vários outros nomes foram cogitados. De início o principal pré-candidato era o médico Marnewton Pinheiro, que esteve presente na convenção. Entre muitos outros nomes estudados, também está o do bancário e radialista Silvani Soares, que foi homologado como candidato a vereador.

Após a escolha do nome para a disputa de prefeito, o diretório uniu forças na escolha do vice da chapa. Vários nomes também foram estudados. No final a escolha ficou mesmo com o nome de Emanoel. Willame disse que pretende trabalhar sua campanha em cima dos programas sociais criados e aprimorados pelo governo federal e que ainda acredita que a participação do povo é fundamental para uma boa gestão administrativa. “Se eleito for nós faremos uma administração com que o povo terá 100% de participação”, salientou.

O presidente do diretório municipal do partido, Marcílio Carlos, disse que o PT optou por uma candidatura própria por conta do atual quadro em que o partido se encontra hoje no cenário nacional. “O presidente Lula governa muito bem o nosso país, e é dessa forma, com parcerias, que queremos administrar o nosso município”, argumentou.

Além dos candidatos a prefeito e vice, também foram lançadas cerca de 10 candidaturas a vereadores. Nomes conhecidos e outros poucos lembrados estão na disputa que acaba no dia 5 de outubro quando os leitores vão às urnas.

Wandenberg Belém

Os nomes da enfermeira Mirian Sobreira (PSB) e do empresário Jocélio Viana (PHS) compõem a chapa de oposição para disputa da prefeitura de Iguatu, no próximo dia 05 de outubro. Durante a convenção do PSB, acontecida na noite de sábado, 28, Mirian foi indicada para concorrer ao cargo de prefeita tendo Jocélio como candidato a vice. A coligação Iguatu Livre é composta pelos partidos de PSB, PHS, PC do B e PRB. Vereadores de oposição à atual administração e que tentam a reeleição, assim como candidatos ao cargo de vereador, estiveram presentes ao evento partidário. O ex-prefeito Edilmo Costa participou do evento e prestou apoio à chapa, assim como o secretário adjunto da Saúde do Estado, Marcelo Sobreira, esposo da candidata. Mirian se mostrou confiante e pediu apoio ao público que esteve presente ao pátio externo do Sebrae, no Centro.

Em seu pronunciamento ela criticou ações da atual administração, apontado alguns erros e mostrando possíveis soluções para a melhoria da qualidade de vida dos munícipes. Levantou como uma de suas bandeiras o trabalho, em que se for eleita pretende lutar para aquecer os mais diversos setores empregatícios. Ressaltou que irão entrar no plano de governo projetos voltados para as áreas da educação, ação social, trabalho e renda, saúde, entre outras. Citou fatos de sua vida como mulher pública em vinte anos de militância política.   

Mirian finalizou dizendo que está preparada para o cargo de prefeita e que conta com a parceria do seu candidato a vice-prefeito, de autoridades a nível local, estadual, citando o nome do governador Cid Gomes.

Lideranças políticas, presidentes de partidos, empresários, amigos e correligionários políticos se pronunciaram prestando apoio às candidaturas de Mirian e Jocélio.


Mirian Sobreira, filha dos agricultores Damião Casimiro e Maria Zuza Rodrigues, nasceu em 5 de novembro de 1956, no distrito de Jenipapeiro, município de Iguatu.

Casada com Marcelo Sobreira com quem gerou 4 filhos: Manoel Neto, Marlon, Marcos e Marcelo Filho, é formada em Enfermagem pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR), ex-secretária de Ação Social e ex-primeira dama de Iguatu. Mirian é a candidata à prefeitura de Iguatu pelo mesmo partido do governador Cid Gomes.

Mirian afirma que a decisão de entrar na luta não foi fácil, mas foi o amor a sua cidade e a todos os iguatuenses, principalmente aos mais humildes, que a fez abraçar a causa. Ela diz ter propostas e projetos inovadores para o município de Iguatu, e que suas atitudes como prefeita serão voltadas ao ser humano. “As pessoas mais simples precisam de um governo que olhe para elas. É assim que quero fazer uma cidade de todos com um novo jeito de governar”, declarou.


Agenor Gomes de Araújo Neto, 42 anos, é filho de José Ilo Alves Dantas, deputado estadual licenciado e Gláucia Mendonça de Araújo Alves. Casado com Hercília de Souza Oliveira com quem tem os filhos José Ilo Alves Dantas Neto, Agenor Gomes de Araújo Filho e Vitor Oliveira Araújo.

Agenor é engenheiro civil, formado em 1989 pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza

Ele é candidato a prefeito de Iguatu pelo PMDB (coligação ‘Construindo Nosso Futuro’ - PMDB-PSDB-PTB-PP-PDT-PSDC-PR).

A vocação política de Agenor Neto foi herança, não só, do pai, José Ilo Alves Dantas, mas também do seu avô materno, Dr. Agenor Gomes de Araújo, político de realce da Região Centro-Sul e ex-prefeito de Iguatu.

Em 1992, recém-formado, Dr. Agenor Neto anunciou a sua candidatura a prefeito de Iguatu pelo PMDB. Em 2000 candidatou-se novamente a prefeito, não obtendo a maioria dos votos. Em 2002 foi eleito deputado estadual pelo PSDB. Em 2004, disputa mais uma vez a prefeitura pelo mesmo partido, vence as eleições e está no cargo até hoje, sendo candidato à reeleição, agora pelo PMDB.

Ele planeja ampliar os programas e projetos das áreas de habitação, saneamento e geração de emprego e renda, já em andamento na atual administração.


José Willane Felipe Alves, 41 anos - candidato a prefeito de Iguatu pelo PT é professor efetivo da Rede Municipal de Ensino; servidor público federal (técnico administrativo), lotado na Escola Agrotécnica Federal de Iguatu - EAFI. Casado com Márcia Leyla de Freitas Macêdo Felipe. O casal tem como filhos João Felipe da Luz Neto, Ana Lídia de Freitas Felipe da Luz, Ricardo de Freitas Felipe da Luz.

Willame Felipe já foi vereador pelo município de Iguatu no período de 1992 a 2000. Foi secretário de Cultura na gestão do ex-prefeito Hildernando Bezerra, no período entre 1997/2000 e sub-secretário de Educação, na gestão do ex-prefeito Edilmo Costa entre 2001/2004.

Defende como projeto de governo um amplo programa administrativo com transparência e participação popular, com ênfase para o orçamento participativo. O candidato considera o engajamento da população como marca principal do seu governo, numa gestão democrática e participativa.


Francilene Cândido dos Santos, 35 anos, candidata a prefeita de Iguatu pelo PSOL - Partido do Socialismo e Liberdade, é filiada ao PSOL de Iguatu há mais de dois anos. Casada, mãe de Elis Regina Santos Alencar e Frederico Santos Alencar é historiadora e professora, formada pela URCA - Universidade Regional do Cariri. Atualmente trabalha como secretária do SINTSEF - Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal, ligada ao movimento sindical da Região. É a primeira vez que concorre a um cargo eletivo no município. Filha natural do município de Milagres, Região do Cariri, há 11 anos mora em Iguatu.

Francilene considera mais consistente da campanha para o eleitorado a defesa intransigente dos direitos sociais, políticos, econômicos e culturais da classe trabalhadora e a difusão de novos valores ambientais, em que a lógica do lucro não predomine, combinando as propostas econômicas com a sustentabilidade ambiental.


Marcos Antônio Correia Lima, 46 anos, comerciante, é candidato a prefeito de Iguatu pelo PSL - Partido Social Liberal. Filho de José Correia Braga Filho, que foi vereador em Iguatu na década de 70, morreu em 1986, no exercício do último mandato, é casado com Itala Liara Cavalcante com quem tem uma filha, Lara Raquel Cavalcante Correia.

Marcos tem como metas de governo lutar pela liberdade dos iguatuenses, sobretudo pela igualdade entre todos os cidadãos e cidadãs.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar