Jornal A Praça - O Jornal de Iguatu

Você está aqui: Notícias Política Lei Seca será fiscalizada com rigor

Lei Seca será fiscalizada com rigor

E-mail
O consumo de bebidas alcoólicas por parte dos motoristas e dos eleitores de maneira geral será fiscalizado com rigor pelos órgãos de segurança pública do Estado do Ceará. A determinação é do secretário de Segurança Pública e Defesa da Cidadania, Roberto Monteiro. Ele confirmou que todas as equipes policiais, inclusive do Ronda do Quarteirão em Fortaleza, estão devidamente instruídas para coibir a ingestão de bebidas alcoólicas.

Nos casos de flagrante, o eleitor será conduzido à presença do juiz eleitoral, que poderá lavrar a infração e determinar a detenção de quem estiver desobedecendo à portaria da Secretaria de Segurança Pública publicada na edição da última quinta-feira do Diário Oficial do Estado.

A portaria determina que fica proibida a comercialização de bebida alcoólica em bares, restaurantes e estabelecimentos congêneres e demais locais abertos ao público em todo o Estado. O ato visa “garantir a ordem pública bem como a segurança dos cidadãos no dia da eleição”.

A lei seca entrará em vigor a partir da zero hora do domingo, e se estenderá até as 24 horas do mesmo dia. A grande preocupação é com os municípios onde o clima eleitoral é tenso, já desde o início da campanha. O secretário de Segurança Roberto Monteiro já tinha sido notificado do problema em alguns municípios através da Procuradoria Regional Eleitoral, quando do pedido de reforços para o interior do Ceará.

A procuradora Nilce Cunha Rodrigues garante que a ordem é evitar qualquer tipo de tumulto no dia da eleição. Por isso, todas as forças de segurança estão à disposição dos juízes e promotores dos municípios para coibir atos que caracterizem a corrupção eleitoral ou confrontos entre militantes e candidatos a vereador e prefeito.

Na Região Centro-Sul, municípios como Iguatu, Orós e Icó receberam reforços de policiais federais e militares. Nas rodovias que cortam a Região, a Companhia de Polícia Rodoviária Estadual vai implementar uma operação para evitar os acidentes e também fiscalizar o transporte ilegal de eleitores. Este último, com a ajuda de fiscais do Tribunal Regional Eleitoral.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar